Como falamos no último post, sobre “Como criar artes gráficas incríveis para uma campanha política”, a base de todo trabalho de Design é ter em mãos um bom briefing antes de entrar no processo de criação.
Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer um briefing de sucesso para criação das suas artes gráficas, continue lendo esse post. Ao final, com certeza você será capaz de aperfeiçoar seus trabalhos começando do jeito certo, que é elaborando um bom briefing !

O que é briefing ?

A palavra briefing (em português: “instrução”) se refere a um documento que é resultado da captação de informações sobre um projeto a ser desenvolvido. Seu objetivo, em palavras simples, é descobrir exatamente o que um determinado cliente precisa.

Geralmente as informações do briefing são levantadas em uma reunião com o cliente, mas, caso isso não seja possível, pode ser feito por meio de um questionário por e-mail ou uma entrevista por telefone. O importante é captar as informações e documentá-las antes de iniciar o processo criativo.

Como elaborar um briefing ?

O briefing, como você já sabe, sintetiza as principais informações que têm influência no resultado final do job. Conversamos com a nossa “turma do Design” e separamos 7 itens para pensar ao elaborar seu briefing!

1. Empresa

Levante o máximo de informações relevantes sobre o negócio do seu cliente. Um bom material de design deve estar alinhado com a essência da marca, portanto é preciso conhecer o que a empresa faz (core business), missão, visão e valores, principais produtos e serviços, etc. Lembre que o foco aqui não é juntar milhares de informações desnecessárias, mas somente o que for útil para orientar seu trabalho.

2. Objetivos e metas

Para o investimento que está sendo feito, certamente há objetivos e metas a serem alcançados. Imagine que seu cliente é uma loja de automóveis, e o objetivo a ser alcançado com a campanha é o aumento no número de vendas mensais, tendo como meta a venda de cinco automóveis a mais do que a média mensal. Este é o norte que vai orientar todo o processo de criação.

É comum que alguns clientes mais desorganizados sequer tenham pensado nos objetivos e metas da campanha. Quando isso acontecer, aproveite para sugerir a definição desses itens, destacando a importância dessa documentação.

3. Público-alvo

Procure documentar qual é o público-alvo ao qual o job será projetado. Priorize informações geográficas e demográficas (cidade e bairro onde mora, idade, escolaridade, ocupação, renda mensal aproximada) e psicográficas (estilo de vida, interesses, personalidade). Por meio dessas informações é possível decidir qual linguagem e quais elementos utilizar na arte.

Voltando ao exemplo da loja de automóveis, imagine que seu cliente seja uma loja que vende modelos populares, e você tenha uma “sacada matadora” de inserir a imagem de um lindíssimo carro esportivo que não custa menos do que 250 mil reais, e que seu cliente nem sonha em vender. Desastre total! Ou então o contrário: seu cliente trabalha com modelos esportivos de alto padrão, e o designer inventa de aproveitar o momento de crise econômica e usar a imagem um carro popular para “dar um up nas vendas”. Complicado né?
Portanto, conhecer o público ao qual seu trabalho será destinado é garantir boa parte do sucesso do job.

4. Concorrência

Conheça os principais concorrentes do seu cliente e pesquise sobre eles. Uma dica é descobrir quais deles têm cases de sucesso para, eventualmente, fazer um benchmarking.

5. O que há de disponível?

O cliente possui uma identidade visual, modelos de artes a seguir, ou fotos de produtos a serem utilizadas? A reunião de elaboração do briefing é o momento ideal para coletar tudo isso!

6. O que evitar

Saber exatamente o que seu cliente quer é importantíssimo. No entanto, saber o que ele não quer é igualmente importante! Anote quais são as objeções e o que evitar na criação dos materiais.

7. Prazos

Colete os prazos para a entrega dos materiais. Se necessário, crie um calendário com cada etapa (reuniões, provas, entrega) para que tudo seja combinado e não haja problemas de atrasos.

Esses são alguns pontos essenciais que a Gráfica Cores separou para que seu trabalho tenha um resultado superior ao esperado e gere a tão almejada fidelização de clientes! Caso tenha mais sugestões a serem acrescentadas na elaboração do briefing, deixe nos comentários abaixo!

Leia também: 5 materiais para ter no seu estúdio de criação

Deixe um comentário